terça-feira, 30 de novembro de 2010

HISTÓRIA DE: NATAL


Universal, abrangente, calorosa assim é a festa de Natal, que envolve a todos.

Uma das mais coloridas celebrações da humanidade, é a maior festa da cristandade.

Não há quem consiga ignorar a data.

A palavra Natal quer dizer nascimento ou aniversário.

Apesar dessa palavra não constar na Bíblia, a festa teve origem com a Igreja Católica Romana a partir do século IV, desde então se espalhou para o mundo todo.

O ciclo natalino inicia-se na véspera do Natal, 24 de dezembro, e vai até o dia de Reis, 6 de janeiro.

Para acompanhar esse período, é preciso manter a ingenuidade de uma criança. Celebrações durante o inverno já eram comuns muito antes do Natal ser celebrado no dia 25 de Dezembro.

Antes do nascimento de Jesus.

A história do Natal teve início com os europeus, que já celebravam a chegada da luz e dos dias mais longos ao fim do inverno.

Tratava-se de uma comemoração pagã do Retorno do Sol.

Na verdade, no início da história do Natal, esta era uma festividade sem data fixa celebrada em dias diversos em cada parte do mundo.

No século 4ac, o então Papa Julius I muda para sempre a história do Natal escolhendo o dia 25 de Dezembro como data fixa para a celebração das festividades.

A idéia era substituir os rituais pagãos que aconteciam no Solstício de Inverno por uma festa cristã.

No ano de 1752, quando os cristãos abandonaram o calendário Juliano para adotar o Gregoriano, a data da celebração do Natal foi adiantada em 11 dias para compensar esta mudança no calendário.

Alguns setores da Igreja Católica, os chamados calendaristas, ainda festejam o Natal em sua data original, antes da mudança do calendário cristão, no dia 7 de Janeiro.

O que se sabe é que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro.

Apesar de não se saber a data realmente certa de seu nascimento, crê-se que seja aproximadamente seis meses depois da Páscoa.

Por isso que a festa de natal só foi incorporada mais tarde na religião católica.

fonte: http://www.casadopapainoelirati.com.br/

PASSO A PASSO - tulipa de fuxico



1. Primeiro corte dois circulos de tecidos em cores diferentes. Eu escolhi uma estampada e outra lisa, mas vai do gosto.
2. Costure os circulos juntos direito com direito



3. Faça um pique para poder abrir e desvirar.
4. Vire para o lado certo, deve ficar como a figura.



5. Dobre o circulo como mostra a figura, parecendo um embrulhinho.

6. Dobre na metade só para marcar o tecido. Abra e costure este meio, alinhavando e puxando a linha.


7. Agora é só dobrar as pontas mais largas para cima. Veja o resultado, como ficam as tulipas.

Rasteira com flor aplicada. Carolina Martori

FAZENDO UM CHARME COM O GUARDANAPO DE TECIDO, DOBRE-O SEGUINDO A SEQUENCIA.








fonte: http://baudasartesfe.blogspot.com/2009/06/pap-tulipa-de-fuxico.html
http://www.styleathome.com

quinta-feira, 25 de novembro de 2010